cadeado5
30out

Com faturamento de R$ 16 bilhões no primeiro semestre de 2014 (26% maior do que no mesmo período do ano passado) e 9,2 milhões de consumidores online em 2013, o comércio eletrônico brasileiro representa um dos principais alvos de fraudes no país. Nos últimos cinco anos, cerca de um terço dos titulares de cartões crédito brasileiros sofreram algum tipo de fraude. No âmbito global a situação não é diferente.

Para auxiliar os consumidores a evitar esse problema e preservar a integridade de suas informações que circulam na rede, a Oberthur Technologies (OT), empresa especializada em soluções de segurança digital para o setor da mobilidade, desenvolveu um cartão de crédito com código de segurança digital que muda a cada hora.

Dessa forma, na hipótese de um usuário desse tipo de cartão ter seus dados violados, quem roubou não conseguirá completar a transação, pois o código de segurança estará vencido. Nessa nova versão de cartão de crédito, o tradicional código de segurança (número de 3 ou 4 dígitos impressos no verso ou na frente do cartão) é substituído por uma mini-tela que exibe um código automaticamente atualizado de acordo com um algoritmo carregado no chip embutido no plástico. O tempo de atualização é definido pelo emissor do cartão, mas pode ser alterado, por exemplo, de hora em hora.

De acordo com a OT, a tecnologia EMV ajuda a combater de forma eficiente a fraude do “cartão presente” (cartão de pagamentos utilizados em lojas físicas). No entanto, como consequência, a fraude está, cada vez mais, se deslocando para transações de “cartão não presente” (CNP), realizadas principalmente online.

Já estão disponíveis amostras limitadas para teste. Envios comerciais terão início no primeiro semestre de 2015.

Crédito: www.ecommercenews.com.br/

Deixe seu comentário

Erro: Please check your entries!