evento_captado
16abr

A primeira edição do Fórum Soluções para E-commerce, que aconteceu durante a Cards Payment & Identification 2015, trouxe Pedro Frigo, business aquisition manager do Google, falando sobre as tendências do e-commerce no Brasil e no mundo. Segundo dados do Google, 120 milhões de brasileiros estão online, um terço desse número usa mais de um dispositivo e 51 milhões de pessoas consomem online.

De acordo com Frigo, atualmente as pessoas consomem conteúdo de uma maneira interativa e indireta. “A relação entre marcas e consumidores não é mais só unilateral, o consumidor tem direito de falar, isso transformou as relações, é uma nova revolução, um novo público”, declarou. Para op diretor do Google, oferecer conhecimento é fácil, mas a maneira como você manipula esse conhecimento e transforma isso em uma ação, é que é o diferencial. “Quem vai usar as informações e colocar isso de uma forma racional, apresentando o melhor conteúdo para o seu cliente, é que vai ter sucesso”, explica.

Para Roney Castro, sênior advisor da UL TS, os smartphones abriram as portas para o comércio online e os lojistas precisam se adaptar a essa nova realidade. “Outro conceito novo é o de pré-compra, o cliente usa seu dispositivo celular para buscar lojas, pesquisar preços e oportunidades online e depois busca a loja física, isso muda a relação com o consumo”, explicou.

Fábio Sayeg, CEO da WRoi, explicou os conceitos de Omnichannel, que tem modificado o mercado varejista em todo o mundo com todos os canais de uma marca (lojas físicas, web, mobile, redes sociais, pré-compra) integrados para atender o novo consumidor. Segundo ele, 80% das pessoas ainda prefere lojas físicas e esse novo público é fiel às suas marcas, então os varejistas precisam promover uma experiência única para as pessoas em diversos canais a fim de captar novos clientes e manter os antigos.

De acordo com ele, é necessário aprender a se comunicar com esse novo consumidor chamado millennial, que nasceu para a internet e busca campanhas personalizadas, que falem diretamente com ele. “Muito mais do que colher informações, é necessário saber o que fazer com as informações que você está colhendo. As marcas estão falando com seres humanos que querem ser tratados como uma pessoa única, e o consumidor está circulando por todos os canais procurando por uma comunicação única e transparente”, finalizou Sayeg.

Outro conceito que pode mudar a maneira como as pessoas compram online é o de Click e Collect, onde o cliente faz suas compras nas lojas online e retira em lockers físicos próximos à sua residência ou trabalho. O resultado é a logística reversa, porque a empresa entrega retira vários produtos em um único local e retira da mesma maneira, caso o consumidor queira trocar ou devolver algum item. Segundo Fabio Mori, diretor de e-commerce da Fnac, a marca já está implementando essa novidade, que começou nos Estados Unidos.

FONTE: http://www.ecommercebrasil.com.br/

Deixe seu comentário

Erro: Please check your entries!